E que venha 2011!!!!

O que diferencia um ano de outro? Pessoas partem, pessoas chegam, novas etapas começam, antigas terminam.

Todo ano é sempre muito parecido na teoria com todos os outros que passaram antes, e os que virão serão parecidos, também. Mas nem tanto. Cada ano é único.

Em cada ano que passa, nós perdemos alguém com quem convivemos de um jeito ou de outro, remediavelmente ou não.

Mas também conhecemos pessoas novas, algumas das quais nos acompanharão para o resto de nossos dias. Em um ano comum destes, podemos conhecer um bom amigo ou a companhia de uma vida. Em um ano destes pode se dar a partida de alguém que fará muita falta em nossas vidas.

Nesse sentido, cada ano é único, cada ano tem seu tempo, sua beleza, sua sabedoria.

As resoluções de ano novo, fazemos para sossegar o juízo das coisas que deveríamos ter feito e deixamos para depois. A viagem que nunca fizemos, a mudança radical que nos faltou coragem para executar… tudo aquilo que correu entre Janeiro e agora é parte deste ano que está para terminar logo ali adiante, em poucos dias. E vamos levar para o ano que chega, o que vamos mudar, o que vamos melhorar, o que vai dentro de cada um de nós.

E cada um sabe o que precisa mexer em sua vida para crescer.

Que venha 2011.

Que sejam felizes, longe ou perto, das pessoas que conhecemos.
Às que já partiram, uma boa jornada.
Às que erraram, muito juízo.
Às que amamos, mais amor.
Às que deixamos de amar, um novo amor.

E paz, muita paz. Paz e serenidade para consertar aquilo que está errado, sem medo de errar, porque a experiência é feita de erros e acertos, e o medo conduz precisamente ao objeto temido.

Um ano novo começando é sempre muito parecido com um caminhar no escuro.

Mas não tenhamos medo de andar no escuro, porque sempre pode aparecer uma luz para nos guiar. Tanto melhor se for o sorriso de alguém. Tanto melhor se for nosso próprio brilho.

E sempre nos restará a experiência e uma bela história para contar.

Sejamos ousados.

Recife: centro, parte antiga…

Gente, cheguei aqui ontem. Tudo bem light: viagem com papai, aeroporto. Só um medinho quando o avião esperou 20 minutos em Campinas (SP) por causa da chuva… Depois, só alegria!

Hoje, fui com a Márcia ao Recife antigo, onde além de 250 igrejas (ô gente que reza essa! :D), visitei a Casa de Cultura (antigo presídio), o Mercado São José (mercado público) e o centrão mesmo, local onde se compra e vende de tudo. Abaixo, galeria com as fotos.

E amanhã: praiaaaaa! Porque vir pra Recife e só correr rua, ninguém merece! 😀

Por que visitar…

Por que visitar…

Olinda
Durante o Carnaval, as ladeiras lotam com turistas brincando entre bonecos gigantes e dançarinos de frevo. O Centro Histórico também é um espetáculo, com igrejas barrocas, casario colonial e bons restaurantes (já fui conferir, ano passado!).

Recife
Além de ser a cidade onde meu pai mora (só por isso já vale a viagem!), a capital é porta de entrada para alguns dos destinos de praia mais desejados do país. É considerada a capital mais cosmopolita do Nordeste. Tem vida cultural escancarada e em crescimento. E é uma misturança: museus como os da família Brennand e a Fundação Gilberto Freyre convivem com o maracatu, forró e manguebeat nas praças e ruas. A paisagem urbana é pra lá de interessante, toda cortada por rios e pontes e adornada por fortes e igrejas. E tem mais: diversão noturna não falta, com bares à beira-mar e uma gastronomia de respeito.

Porto de Galinhas
É um dos maiores hits, que também conheci no ano passado. O vilarejo é vedete das operadoras de turismo, pois tem piscinas naturais mornas e cristalinas e infraestrutura de primeira (e cerveja barata! :D). No centrinho tem lojas, barzinhos e restaurantes .

Tudo daqui!

Adoooro! Queria todos…

Coca-Cola Clothing tem o seu valor… E a campanha privamera-verão da marca está pra lá de especial. Abaixo duas peças publicitárias. Bem cara de Coca-Cola mesmo!

Mais material aqui!

Pra onde eu vou…

Uma cozinha diferente

Desde que comecei a pensar em MAIS UMA mudança, iniciei também uma busca incessante por dicas de decoração pra deixar a casa com a nossa cara. Porque normalmente ela tem a cara dos móveis mesmo…

Legal essa ideia! Móveis rústicos, reuso de materiais, cara de cozinha de galpão…

Preparando o final de ano…

Finalmente (ou seria JÁ??) estamos em dezembro. Com o final do ano ali na janelinha, é hora de repensar a vida e aproveitar para preparar o espírito, a casa, a vida para 2011. Para isso, nada melhor do que fazer um “limpa” na vida e se livrar de tudo que não serve mais, ocupa espaço que não precisa, está em desuso… Ou seja,…

Aquelas roupas, sapatos e acessórios que ficaram guardados o ano todo serão bem-vindos em casas alheias. Até porque se você não precisou deles o ano todo, eles não são tão essenciais assim…

♦ Todo mundo tem uma papelada em casa, como anotações, blocos e agendas velhas, revistas e jornais usados. A dica aqui é arrancar as páginas que interessam e guardar; o resto, lixo ou reciclagem!

♦ Outra ideia boa é faxinar a caixa de emails. O importante é deixar espaço para o que importa.

Agora, o principal: livrar-se de relações destrutivas, aquelas que nos puxam pra baixo, só detonam qualquer auto-estima. Como nem sempre a gente escolhe com quem vai conviver, o ideal é guardar o que de melhor os outros podem oferecer e ficar longe, na medida do possível, do que nos faz mal.

Agora, mãos a obra! Prepare-se e garanta um 2011 mais feliz! 😀