Dez anos de formada: a festa

Eu não lembro se estava frio, como as gurias andam reforçando, até porque na Unisinos sempre era frio. Mas eu lembro da minha alegria naquele 14 de julho de 2001. Ok, estava tri feliz – mas bem tri mesmo! – pelo fim da caminhada, pela profissionalização do sonho do jornalismo, pelo que estava por vir. Mas tinha uma ponta de tristeza, por saber que se encerrava um ciclo, que aqueles encontros, a correria da faculdade, as reclamações pelos trabalhos a entregar, os quentões, as cervejas (que na época eu não tomava, mas ia junto acompanhar), os capucinos da Fratello (os melhores, 4ever!), que tudo aquilo estava acabando. Veria aquelas pessoas de novo? Trabalharia com elas? Beberia com elas?

Foi assim que cheguei a esse dia:

Durante a semana, me emocionei algumas vezes vendo trechos do DVD deste dia. Abraço, bebedeiras, cara de cansaço e muita alegria naqueles dias. A vontade de reviver aqueles momentos era, tipo assim, enoooorme!

E surgiu a chance! Porque tinha na agenda o 16 de julho, sábado, reservado desde janeiro. Poderia ser num baile, numa casa ou até na carrocinha de cachorro-quente… Mas eu iria ao reencontro comemorativo de dez anos de formatura! E fui!

Rever Queli, Aldem, Carol Behr, Tom, Cris Moraes e Luck Seade foi um momento ímpar. Alguns, não via mesmo desde a formatura. Outras encontrei no trabalho ou em encontrinhos da vida. Deste povo todo, a Queli é a que se mantém mais próxima desde sempre, mas sempre fiquei em contato com Carol Behr, Gabi Chanas, Mila Mori e Lu Mismas.

Gente, não encontro muitas palavras para definir o que senti ontem. Vivemos juntos um período pra lá de especial e reviver parte dele ontem foi demais! Brindamos a tudo, fizemos vídeos cômicos (que estão no fone da Cris) e muitas fotos, lembramos do tempo da Uni, atualizamos os assuntos da vida, rimos da derrota da Argentina na Copa América…

Espero, de coração, que estes encontros tornem-se menos esporádicos. Ok, há os moradores de longe, mas quando estiverem aqui temos que marcar. E rir. Provando que a distância e o tempo não nos afastam…

E, aos que não foram, só temos a dizer: Canaaaalhas! #piadainternadanoite

 

Anúncios

Autor: Poli Lopes

Jornalista diplomada, passei por agência de marketing digital, jornal, rádio, revista e assessoria de imprensa, sempre escrevendo. Doutoranda e Mestre em Processos e Manifestações Culturais, também sou professora no MBA em Marketing Digital no Iergs (Uniasselvi). Sou apaixonada pelo que faço e também pelo meu marido e pelo meu cachorro.

Diga o que achou

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s