Eu e minhas moedas

Já virou piada aqui em casa a minha perseguição, mania – bem louca mesmo! – por moedas. Especialmente as de 25 centavos pra cima. Elas ficam na reta, eu jogo na bolsa e elas somem.

Ok, elas não somem. Elas vão parar no cofre de porquinho que eu tenho na Plan. O cofre fica lá pra ninguém mexer mesmo. Cada vez que ele enche, eu pego as moedinhas e vou na padaria trocar. Cada troca rende em média 50 reais.

Opa, começou a ficar bom, né?

Ah, mas daí eu pego as notinhas e saio torrando, certo? Afinal, era um dinheiro que eu não contava, nem vou sentir se gastar…

ERRADO!

As notinhas voltam pro porquinho, que começa a ganhar moedinhas de novo. E assim vou. Enche, troca e guarda o dinheiro. E sempre com um objetivo. Um deles foi este:

20130728_171907

A Dolce Gusto mais linda e gostosa de todas.

Agora, comecei nova missão das moedas. Ainda não sei o que vou fazer com o dinheiro, mas certamente será algo no estilo. Aquelas coisas que a gente quer ter, não tem pressa e que não quer tirar um dinheirinho maior do orçamento do mês.

Anúncios

Inspiração: escrivaninhas

Sempre sonhei com um espaço assim, só pra escrever, ler, pensar. No momento, minha casa não permite isso, pois a escrivaninha é de todos e fica ao lado da TV – o melhor lugar da casa para colocá-la (e onde o cabo da internet chegou!).

Entretanto, não descarto criar um cantinho assim no quarto, onde eu possa ler, colocar minhas ideias no papel, me dedicar ao blog e a todos os meus projetos de estudo. Mas, enquanto isso não acontece, separo algumas ideias legais. Estas são da Martha Stewart!

Dicas para conservar livros

Quem me conhece sabe que eu AMO livros. E que leio de tudo. No momento, estou intercalando as leituras da dissertação do Mestrado com Bukowski e Kerouac. Mas o Mestrado é prioridade!

Juntar tantos livros dá trabalho. Por isso, fui obrigada a compartilhar as dicas de manutenção do Livros e Afins, de forma resumida. Confere aí:

  • Como muitos livros juntos pesam, considere a espessura das prateleiras na hora de dispô-los.
  • O livro deve ser constantemente manuseado;  virar páginas oxigena o material, impede a acumulação de microrganismos e evita que as folhas não fiquem ressecadas e quebradiças.
  • Folhear rapidamente o livro ao guardar ajuda a arejá-lo.
  • Não guarde os livros em sacos; o papel precisa respirar.
  • Evite encapar os livros com papel pardo ou similar. Papel pardo transmite acidez para o que estiver envolvendo.
  • Uma vez por ano, retire todos os livros e limpe com pano seco. Limpe a estante com pano úmido, sem produtos de limpeza.
  • Deixe sempre um espaço entre estantes e parede – ela pode transmitir umidade, o que faz surgirem fungos.
  • Armários e estantes devem ser arejados. Se a estante é fechada, deve ser periodicamente abertas.
  • Na hora da compra, prefira estantes de metal.
  • Não use clipes para marcar páginas, pois oxidam e estragam o papel.
  • Estantes de madeira podem ser revestidas com vidro.
  • Bibliotecas devem ser freqüentadas. Baixa freqüência de pessoas aumenta os insetos. Faça tratamento anual contra traças.
  • Não guarde livros inclinados. Aparadores vão mantê-los retos.
  • Encadernações de papel e tecido não devem ser guardadas com as de couro.
  • Na prateleira, os livros devem ficar folgados. Livros apertados também favorecem o aparecimento de cupins.
  • Quando tirar um livro da prateleira, não puxe pela parte superior da lombada, pois danifica a encadernação. O certo é puxar o volume desejado pelo meio da lombada.
  • A melhor posição para um livro é vertical. Livros maiores devem ter prateleiras que permitam isso. Em último caso deixe-os horizontalmente, sem sobrepor mais de 3.
  • Luz do sol direta nem pensar, pois desbota e entorta capas.
  • Se for um livro antigo ou de algum outro valor ou de maior sensibilidade, lave as mãos antes de folheá-lo. E evite umedecer os dedos com saliva para virar as páginas.
  • Ao ler um livro, evite abri-lo totalmente, o que pode comprometer a estrutura da encardenação.
  • Não use fitas tipo durex e fitas crepes nem cola branca para evitar a perda de um fragmento de um volume. Esses materiais provocam manchas irreversíveis.

Decoração: banheiros

Sempre guardo imagens legais de decoração que acho na internet. Algumas, coloco por aqui.

Hoje, a seleção traz banheiros. Uns lindos, outros diferentes.

 

Finalmente, a estante

Eu sempre quis um espaço especial para os meus livros. Eles sempre habitaram cantos, amontoados. Primeiro, ficavam no quarto, dentro de roupeiros, empilhados. Depois, foram para a sala, na estante da TV, onde também não tinham espaço.

Agora, tudo mudou!

 

 

Os livros ganharam um lugar digno e de destaque. Aquele lugar que eu sempre acreditei que eles mereciam!

E eu ganhei mais um motivo para ficar feliz com a nossa casa. Aos poucos, vou deixar do jeito que eu quero mesmo!

Decor eco: caixotes

Muito legal quando as pessoas dão novos usos para coisas descartáveis.

Selecionei várias imagens de como aproveitar caixotes de madeira! Armário, mesinha de cabeceira, caixa para guardar coisas… São diversas as opções de uso! Olha aí!

Quadros legais