Eu e minhas moedas

Já virou piada aqui em casa a minha perseguição, mania – bem louca mesmo! – por moedas. Especialmente as de 25 centavos pra cima. Elas ficam na reta, eu jogo na bolsa e elas somem.

Ok, elas não somem. Elas vão parar no cofre de porquinho que eu tenho na Plan. O cofre fica lá pra ninguém mexer mesmo. Cada vez que ele enche, eu pego as moedinhas e vou na padaria trocar. Cada troca rende em média 50 reais.

Opa, começou a ficar bom, né?

Ah, mas daí eu pego as notinhas e saio torrando, certo? Afinal, era um dinheiro que eu não contava, nem vou sentir se gastar…

ERRADO!

As notinhas voltam pro porquinho, que começa a ganhar moedinhas de novo. E assim vou. Enche, troca e guarda o dinheiro. E sempre com um objetivo. Um deles foi este:

20130728_171907

A Dolce Gusto mais linda e gostosa de todas.

Agora, comecei nova missão das moedas. Ainda não sei o que vou fazer com o dinheiro, mas certamente será algo no estilo. Aquelas coisas que a gente quer ter, não tem pressa e que não quer tirar um dinheirinho maior do orçamento do mês.

Anúncios

Antecipando as compras de Natal

Outro dia, recebi email de um grupo de discussão de organização que eu assino lembrando algo:

a contar do dia 15 de setembro, faltam 101 dias para o Natal!

Essa gente louca já pensa no Natal? Socorro! hehehe!

Se bem que, como no ano passado eu tomei umas providências antecipadas e obtive sucesso na missão, este ano vou repetir a dose. A ideia é adiantar os presentes. Desenvolvi alguns pontos para pensar e agir aos poucos, a partir do meu aniversário (que é dia 30 de setembro). Resultado? Cheguei ao Natal com TODOS os presentes comprados. Não enfrentei filas em lojas (ok, uma só, mas porque meu pai pediu de última hora um Cd d’Os Serranos) e meu décimo terceiro sobreviveu ao final de ano!

Mas como faz?

1. liste todas as pessoas que você precisa presentear, comprar uma lembrancinha ou mandar um cartão;

2. coloque ao lado do nome o que pretende comprar ou o limite de gasto com este presente;

3. analise a lista e divida por locais de compra ou por tipos de presentes (sapatos, perfumes, itens de decoração…)

4. sempre que estiver na rua, observe as lojas: você pode estar em frente a uma mina de presentes e não saber;

5. viu um item da lista, com um preço legal? Compre, embrulhe para presente, identifique o dono e esconda no guarda-roupas. Foi o que eu fiz… Fui enchendo o fundo do guarda-roupas de presentes e, quando chegou perto do Natal, só coloquei pra fora do armário e fui distribuindo…

E aí, já pensou na sua lista??