E o tempo, que passa cada vez mais rápido?

tempo

Estou cada dia mais assustada com o quanto que o tempo voa. Sim, ele voa, corre, vai a pau no asfalto da vida. Sim, eu sei que não é ele que voa e sim nós que queremos fazer cada vez mais coisas no mesmo tempo, mas o assombro é o mesmo – porque isso já foi possível, um dia!

Parece que foi ontem que eu parei e rabisquei algumas metas pro ano, alguns objetivos simples de cumprir. Foi logo após a virada do ano, quando voltei da praia, antes de retomar o trabalho pós-recesso. E ai, o que aconteceu?

Hoje me dei conta de que, de lá pra cá, já passaram três meses. Sim, estamos em abril e essas coisinhas simples não andaram como deveriam. Fiz coisas importantes? Sim! Realizei alguns desejos que demandam mais tempo, mais dinheiro? Sim!

Mas e o resto? E as coisas grandes?

tempo 1

Ficaram paradas, em tópicos de uma lista (drama mode on) infinita (drama mode off) de afazeres. Vamos a um exemplo beeeem simples: queria tornar esse espaço mais útil, deixar redes sociais de lado e usar meu blog, meu canto, para pensar, falar, refletir e até xingar e elogiar.

É claro que o fato de eu me dar conta disso e estar aqui, hoje, escrevendo, não fará milagres. Preciso, sim, organizar o tempo, fazer com que tudo se torne possível. E que, no meio disso tudo, eu possa viver, amar e, muito, ser feliz!

Anúncios