E o tempo, que passa cada vez mais rápido?

tempo

Estou cada dia mais assustada com o quanto que o tempo voa. Sim, ele voa, corre, vai a pau no asfalto da vida. Sim, eu sei que não é ele que voa e sim nós que queremos fazer cada vez mais coisas no mesmo tempo, mas o assombro é o mesmo – porque isso já foi possível, um dia!

Parece que foi ontem que eu parei e rabisquei algumas metas pro ano, alguns objetivos simples de cumprir. Foi logo após a virada do ano, quando voltei da praia, antes de retomar o trabalho pós-recesso. E ai, o que aconteceu?

Hoje me dei conta de que, de lá pra cá, já passaram três meses. Sim, estamos em abril e essas coisinhas simples não andaram como deveriam. Fiz coisas importantes? Sim! Realizei alguns desejos que demandam mais tempo, mais dinheiro? Sim!

Mas e o resto? E as coisas grandes?

tempo 1

Ficaram paradas, em tópicos de uma lista (drama mode on) infinita (drama mode off) de afazeres. Vamos a um exemplo beeeem simples: queria tornar esse espaço mais útil, deixar redes sociais de lado e usar meu blog, meu canto, para pensar, falar, refletir e até xingar e elogiar.

É claro que o fato de eu me dar conta disso e estar aqui, hoje, escrevendo, não fará milagres. Preciso, sim, organizar o tempo, fazer com que tudo se torne possível. E que, no meio disso tudo, eu possa viver, amar e, muito, ser feliz!

Anúncios

Segue reto toda vida…

viajar
Uma linda e inspiradora verdade!

Tenho pensado muito sobre viagens. Mas não as viagens de trabalho, que faço sempre – e com prazer. Penso em sair, pegar um ar diferente, sem compromisso, sem hora pra acordar ou dormir.

Também não penso em grandes viagens. Nada de Europa, Estados Unidos, Austrália. Penso em ir ali, quem sabe Curitiba, ou Foz do Iguaçu, ou ainda Rio ou São Paulo?

Há lugares lindos, pra uns já manjados, lugar comum. Mas não pra mim.

viajante
Ver com os olhos do coração, quem sabe?

Quero lugares que eu possa explorar, conhecer, abrir a mente para outros estilos de vida, conhecer detalhes que fazem cada um deles um lugar especial, viver um tempo diferente do meu.

Lugares que me permitam correr menos, fazer menos coisas ao mesmo tempo, curtir mais, observar mais. Sentar em um café e olhar o movimento, observar as pessoas. Caminhar em um centro histórico sem hora pra voltar. Ficar perto da natureza, respirar um ar diferente.

Pra 2014, uma das metas é: viajar mais. Vejamos no que dá!

O que eu preciso…

Imagem

… menos respostas na ponta da língua e mais paciência

… menos medo de errar e mais vontade de ir em frente

… menos resmungos e mais silencio

… menos palavras e mais reflexão

… menos ideias e mais ação

… menos debates e mais conclusões

… menos mesa e mais cama

… menos cerveja e mais chimarrão

… menos cansaço e mais disposição

… menos solidão e mais companhia

… menos discussões e mais amor

Lovely t-shirts!

 

 

Adoraria ter a do Pug…

Wish list: bolsa carteira

Para as próximas temporadas, as bolsas carteiras terão ainda mais destaque. Aqui, uma seleção de imagens delas, porque me apaixonei. Será que me adapto?

Esmaltes para o inverno


Estão chegando as novidades da Colorama para o inverno. Como eu sou alérgica a tolueno e … (ops, esqueci!), só uso Colorama. Os outros, não pode! 😀

Amei os cinzas Hipnose e Plano Perfeito e também o beringela! Tô louca para que cheguem nas farmácias! 😀

Junto com o tal blazer… O resto do look de inverno!

Dando sequência aos looks must-have de inverno, outra coisa que adoro – ok, o blazer tá no meio, mas… – são as roupas estilo alfaiataria. Não necessariamente 100% alfaiataria, mas que remeta.

Algo tipo assim:

Camisa, calça ajustada, oxford ou mocassim, trenchcoat, essas coisas. Queria lembrar de que editorial tirei estas imagens, mas foi de uma Elle ou Vogue europeia, de março ou abril… hehehe! Forgot it!